GOVERNANÇA COLABORATIVA E INOVAÇÃO EM PROCESSOS EM REDES: Os casos dos Centros de Desenvolvimento de Tecnologia de São José dos Campos

Ione Santos Lopes, Ernesto Michelangelo Giglio, Arnaldo Ryngelblum, Luciana Massaro Onusic

Resumo


O artigo analisa a possível correspondência entre os mecanismos de governança colaborativa e inovação em processos, selecionando duas redes do Parque Tecnológico de São José dos Campos, em São Paulo. A pesquisa é qualitativa, exploratória, descritiva, com método de estudo de casos múltiplos. O objeto de análise são os relatos de inovações em processos que ocorreram em grupo, a partir de uma demanda. A coleta de dados utiliza a entrevista e dados de fontes secundárias. Os resultados indicam que a proposição é sustentada porque foram encontradas correspondências entre indicadores de governança colaborativa e de inovação em processos. O trabalho contribui teoricamente ao colocar a governança colaborativa como categoria básica de desenvolvimento das redes, o que inclui a inovação em processos. Essa matriz de correspondência não é encontrada na produção acadêmica brasileira. Como contribuição metodológica apresenta um quadro de indicadores das categorias, que foi testado e se mostrou operacional.



Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .