TURBULÊNCIAS NA LAGOA AZUL: PROSPECÇÃO DE CENÁRIOS PARA O SETOR TURÍSTICO DE FRANCA (SP) E REGIÃO, 2017-2021

Rosana Branquinho, Alfredo José Machado Neto

Resumo


Durante as últimas décadas, o segmento de Turismo demonstra um crescimento contínuo, pela ampliação de investimentos na atividade, posicionando-a como fator chave de desenvolvimento econômico regional, com o surgimento de novas empresas, criação de empregos e melhoria da infraestrutura. Os setores impactados diretamente são, principalmente, a rede hoteleira, as agências de viagens, as companhias aéreas e outros serviços de transporte de passageiros. Indiretamente são impactados os setores de: bares, restaurantes, casas de shows, artesanato, taxistas, supermercados e outras atividades, abrangendo empresas de todos os portes. Assim, entende-se que o Turismo é relevante para o desenvolvimento regional, desde que sistematizado, a partir de um planejamento eficiente das ações estratégicas a serem desenvolvidas. Os métodos tradicionais de planejamento, no entanto, baseados em previsões, perdem sua eficácia diante da velocidade com que as mudanças ocorrem nos dias atuais, marcados por incertezas e descontinuidades no ambiente de negócios. Diante do contexto, este estudo propõe a prospecção de cenários, como um instrumento capaz de incrementar as ações estratégicas do presente, pelo conhecimento das várias possibilidades de futuros. Assim, o objetivo geral deste trabalho é a prospecção de cenários futuros para o Setor de Turismo da cidade de Franca e região, no período de cinco anos (2017-2021). No desenvolvimento da investigação foi realizado um levantamento do referencial teórico sobre a prospecção de cenários e demonstrada a relevância da sua utilização, para embasar o planejamento estratégico em ambientes turbulentos. A pesquisa é descritiva e foi utilizado o Método Delphi para prospectar os eventos futuros, na consulta aos especialistas do setor. A construção dos cenários, foi realizada com a metodologia proposta por Blanning e Reinig (1998). Como resultado, foram elaborados três cenários futuros: Lago Azul (otimista); Paraíso Perdido (pessimista); e Serra Encantada (realista). O trabalho é complementado com o levantamento das forças motrizes do sistema, com o Método dos Impactos Cruzados, proposto por Marcial e Grumbach (2006). Essas forças são os eventos futuros que requerem maior atenção, por serem capazes de vir a impactar a ocorrência das demais variáveis levantadas. Em conclusão, a investigação apresenta informações, capazes de servir de orientação para o poder público, investidores e terceiro setor, no planejamento e na implementação de ações estratégicas, que levem ao desenvolvimento do Turismo na 14ª Região Administrativa do Estado de São Paulo e seus arredores, que fazem parte do Estado de Minas Gerais.