“CURTEENDEDORISMO”: UMA FORMA DE EMPREENDEDORISMO ALIADA A UMA NOVA ESTRATÉGIA DE ENSINO E APRENDIZAGEM PARA O CURSO TÉCNICO EM CURTIMENTO DA ETEC PROF. CARMELINO CORRÊA JÚNIOR

Joana D’Arc Félix de Sousa

Resumo


O curso Técnico em Curtimento destaca-se na ETEC Prof. Carmelino Corrêa Júnior por ser um dos únicos dois cursos existentes no Brasil. É um curso noturno voltado para o beneficiamento de peles e couros, estratégico para a Cidade de Franca, mun¬dialmente conhecida como a “Capital do Calçado”. Preocupados com a evasão escolar, a homogeneização do ensino e aprendizagem em classes com ampla faixa etária, além de questões ambientais, econômicas e sociais, introduzimos nas aulas práticas do Curso Técnico em Curtimento, o projeto “CurtEENDEDORISMO”: uma forma de empreendedorismo aliada a uma nova estratégia de ensino e aprendizagem para despertar nos alunos, o interesse pelo curso, aumentando a sua autoestima, estimulando a criatividade, a inovação e o empreendedorismo, com o objetivo de reduzir a evasão escolar. Aliado à refinada arte da produtividade, tem o objetivo de ensinar os alunos a utilizar a fauna e a flora brasileira no curtimento artesanal e sustentável de peles exóticas comestíveis (galinha, peixe e porco), além do bucho bovino, como fonte alternativa de renda para os estudantes recém-formados. As maiores contribuições do projeto estão relacionadas à in¬trodução e integração dos prin¬cípios de desenvolvimento sus-tentável na economia doméstica; uma vez que o projeto evitou a geração de passivos ambientais; promo¬veu o desenvolvimento socioe¬conômico e cultural, reduziu a evasão escolar, aumentou a au¬toestima dos alunos, apresentou no¬vas oportunidades de emprego e geração de renda para os estudantes re¬cém-formados, reverteu as perdas de recursos ambientais e, principalmen¬te, consolidou-se como uma nova metodologia de ensino para o Curso Técnico em Curtimento.